Desenvolvimento: A importância do “paninho de estimação”

Apenas um paninho, como uma fraldinha de pano ou simplesmente um brinquedo ou um cobertor. De modo prático,  qualquer outro objeto pode ser uma formidável fonte de valor sentimental para crianças pequenas. Os objetos são os chamados “objetos de transição”, e auxiliadores para o bebê enfrente as transformações na infância.

O que são objetos de transição?

Esta terminação foi elaborada  nos anos de  50, pelo pediatra e psicanalista Donald Winnicott. De acordo com o pediatra, o bebê no início da vida imagina que ele e sua mãe são a mesma pessoa. Portanto, ter um objeto de transição constitui segurança e aconchego para o bebê.

Os meses vão passando e logo os bebês, começam a perceber que a mamãe não estará presente em todos os momentos e que ele precisa exercer a sua individualidade. É por isso que os pequenos procuram apoio nesses objetos – seja um ursinho, paninho ou fralda. O pediatra Dr. Moises Chencinski ainda reforça que a naninha proporciona tranquilidade às crianças, pois podem suprir a necessidade do colo materno.

Ele proporciona calma, e ainda, vantajoso se a criança escolher um item, na qual ela pode ganhar para enfrentar outros obstáculos da vida, incluindo a hora de dormir sozinho, o primeiro dia na escola, etc.

Fonte: A soma de todos os afetos

Posts Criados 427

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Begin typing your search above and press enter to search. Press ESC to cancel.

Voltar ao Topo